Logo Guia JeansWear

Selecione seu idioma

Notícias

06/09/17 10:39

DENIM MEETING

Caruaru é a primeira cidade a receber a edição regional

Caruaru é a primeira cidade a receber a edição regionalCaruaru foi a cidade escolhida para sediar pela primeira vez o evento Denim Meeting Regional, realizado na última quinta- feira, dia 31 de agosto, no Armazém da Criatividade. Com o objetivo de levar para os polos confeccionistas especialistas reconhecidos no setor e apresentar ferramentas de novas tecnologias e inovação, o evento surge com a proposta de produzir mais qualidade no jeanswear do Brasil.

De acordo com Marlene Fernandes, CEO do Portal Guia Jeanswear, organizador do evento, a ideia é: além do Denim Meeting, que alcançou o objetivo de aproximar todos os profissionais da cadeia produtiva de confecção do segmento do jeans, promover na região, cursos, workshops e oficinas, para atender as necessidades do mercado local. E a palavra do confeccionista é fundamental para validar o evento.

Na programação, os visitantes puderam conhecer os painéis de tendências das empresas patrocinadoras com artigos e peças customizadas das tecelagens e demais produtos. As palestras abordaram desde as tendências e oportunidades de novos artigos no jeanswear, até a morfologia e inspirações futuristas. Foram apresentados Processos de customização do jeans, a palestra: Os hábitos de consumo. Do guarda-roupa à loja: um estudo global da marca LYCRA® sobre os hábitos de consumo de jeanswear, com Robson Ferreira, gerente de negócios de tecido plano na América do Sul, além de temas como as Tendências em Marketing: fashion branding e varejo digital por Paula Dias, diretora executiva da Consumix , empresa expert em Branding, E-Branding, Marketing Digital e Planejamento Estratégico de Comunicação, e ainda o case de sucesso: Inovações e estratégias que levaram Eduardo Cristian ao sucesso com a marca jeanswear Black West.

Para Gilson Gonçalves, do setor de moda e confecção do Sebrae Caruaru, o evento agrega maior competitividade aos produtos da região. Ele acredita que o Denim Meeting é estratégico, pois o jeans representa 20% do que se produz em confecção em Pernambuco e precisa como valor agregado ter tecnologia e inovação. No que concorda também o expositor da Têxtil Canatiba Fábio Covolan, “o formato é excelente, descomplicado, prático e fácil para se fazer negócios e contatos com futuros clientes”, ressalta Fabio.

Francisco Gonzalez da Vicunha Têxtil, diz que o evento é uma oportunidade da tecelagem apresentar acabamentos diferenciados, tecidos com mais conforto, com toque na peça para o cliente poder sentir. “A resposta do público superou nossas expectativas. A receptividade no algodão reciclado que reduz o consumo de água em até 80% foi muito boa, e respondendo de forma muito positiva a nossa linha de malharia”, apontou Gonzalez.

A diretora de marketing da Santana Têxtil, Airam Pagliosa, destacou as novidades em beneficiamento do poliéster, o grande diferencial da empresa, além de tecidos novos e a coleção de super stretch, que puderam ser apresentados no evento. Para ela é uma oportunidade de troca de informação. “Integração comercial, enaltecendo a indústria de confecção, em um modelo de negócio pontual. Diferente de outras regiões do país, aqui elencamos uma maior possibilidade de desenvolvimento, no que temos muito o que aprender e compartilhar”, declarou o engenheiro da Silmaq, e também palestrante do Denim Meeting, Gilberto Oliveira. O Bruno Brandão, diretor de marketing da Haco, desenvolvedora de identificação de marcas, se surpreendeu com a receptividade do público para com os seus produtos, já vendidos em 38 países e que conta também com representante na região. Já, Rafael Dantas, da empresa SRJ, fabricante de jeans masculino e feminino juvenil, afirma que o espaço possibilitou o fomento de novos negócios, além de preparar as empresas para competir com o mercado nacional.

Depois de tanta informação e networking o evento proporcionou também o "Fórum de Inovação, tecnologia e produtividade com valor percebido”, mediado pelo ativista da moda, Leopoldo Nóbrega que, contou com a participação das principais tecelagens brasileiras (Vicunha, Santista, Santana e Canatiba) para discutir o mercado e que melhorias elas podem proporcionar.

Segundo Leopoldo, o Denim Meeting veio oxigenar o mercado de moda de Pernambuco com foco no jeans e na produção do Agreste, no ranking do 2º maior produtor de jeans do Brasil. As tecelagens afirmaram que existe uma lacuna na acessibilidade de seus produtos e tecnologias para a região.

Os participantes da mesa expuseram sua realidade e o público pode contrapor suas visões e ficaram claros os modelos que já não funcionam mais dentro deste elo produtivo. Durante o Fórum vários problemas históricos vieram à tona, o que fizeram as tecelagens repensarem as suas participações dentro deste cenário, ficando claro a necessidade de um novo desenho para o desenvolvimento local e a requalificação dos representantes locais, tornando-os também uma ouvidoria e não apenas um profissional para tirar pedido. Além do papel do atravessador, se é bom ou não para o mercado, se trava e dificulta o acesso aos novos produtos, que se repetem ou se limitam dentro dessa acessibilidade.

Como criador e ativista, Leopoldo lembra das suas experiências e das dificuldades para conseguir matéria-prima através de seus representantes que sempre informam que os novos produtos e tecnologias não são fáceis para chegar na região e que não adianta nada pedir porque os produtos. Por outro lado, curiosamente as tecelagens informaram que isso não é problema, que estão abertas a vender produtos a partir de 60metros. Todos concordaram que é preciso urgentemente estreitar esse elo, passando por criadores e designers. Todos perdem com isso, porque as tecelagens não têm de fato o reflexo do que se quer no mercado da região. Isso é muitas vezes proporcionado pelos atacadistas que seguram seus estoques para uma venda local de pronta-entrega que distancia esse cenário das atualidades e tecnologias.

“O evento pode aquecer essa realidade e trazer à tona essa realidade de dificuldade de acesso aos produtos e reposicionar a tecelagem como elo principal dessa cadeia. Além de abrir portas para fomentar novos encontros na região, como patrocinadores do calendário de moda e informação, tecnologia e conteúdo de tendências trazendo a região para a competitividade do cenário nacional”, conclui Nóbrega.

Ele acredita ser de fundamental importância encontros como este, viabilizando o diálogo entre as tecelagens e os confeccionistas para que eles possam crescer no mesmo ritmo das demais regiões do país, de forma integrada reposicionando e requalificando os representantes locais inserindo-os como parceiros dessa mudança dentro e fora do ambiente produtivo com o maior valor agregado. “O Fórum foi um marco trazendo luz às necessidades do mercado, trazendo informação e difusão, além do acesso aos produtos e a oportunidade de trazer à tona as necessidades locais do mercado que há tanto tempo vem sofrendo com modelos de negócios que não valorizam essa informação e acesso aos produtos”, vislumbrou o ativista. "Eu acredito que após esse ímpar momento teremos um novo reflexo dessa realidade e os elos vão poder se comunicar melhor e redesenhar a sua estrutura de logística bem como de compreensão das necessidades do cenário local e trazê-los de certa forma ao caminho global de diálogo com a moda no Brasil e no mundo", finalizou Leopoldo. Agora é se preparar para a próxima edição do Denim Meeting que acontece em Fortaleza, no dia 05 de outubro, em parceria com a Fcem, durante a Maquintex.

Fonte | Assinatura: IRIS ALACOQUE | FOTOS: EQUIPE GUIA JEANSWEAR / RENAND ZOVCK

Fotos

Versão para Impressão
Enviar para um amigo
FaceBook
Twitter
 
Versão para Impressão
Enviar para um amigo

OK
Notícias Mais Recentes

Publicidade





Guia JeansWear Copyright 2005 - 2014. Todos os direitos reservados.